Busca avançada

Fique por dentro.

Notícias

Mercado reduz previsão de crescimento do PIB em 2018

mercado financeiro reduziu suas projeções para o Produto Interno Bruto (PIB) em 2018 e aumentou para 2019. A expectativa de alta para o PIB este ano passou de 2,70% para 2,66% no Relatório de Mercado Focus . Há um mês, a perspectiva estava em 2,70%. Para 2019, o mercado elevou a previsão de alta do PIB de 2,99% para 3,00%. Quatro semanas atrás, a expectativa era de 2,80%.

Banco Central atualizou suas projeções para o PIB no Relatório Trimestral de Inflação (RTI), divulgado em dezembro. O crescimento projetado para 2017 – dado ainda não divulgado oficialmente pelo IBGE – é de 1,0%. Para 2018, a estimativa é de 2,6%.

No Focus agora divulgado, a projeção para a produção industrial de 2018 passou de avanço de 3,15% para alta de 3,18%. Há um mês, estava em 3,12%. No caso de 2019, a estimativa de crescimento da produção da indústria foi de 3,04% para 3,00%, ante os mesmos 3 00% visto quatro semanas antes.

Já a projeção para o indicador que mede a relação entre a dívida líquida do setor público e o PIB para 2018 permaneceu em 55,40%. Há um mês, estava em 55,70%. Para 2019, a expectativa no boletim Focus seguiu em 58,00%, ante 57,85% de um mês atrás.

Inflação

Os economistas do mercado financeiro mantiveram suas projeções para o IPCA para 2018 e 2019. De acordo com relatório divulgado hoje, a mediana para o IPCA este ano seguiu em 3,95%. Há um mês, estava em 3,96%. Já a projeção para o índice de 2019 permaneceu em 4,25%, mesmo porcentual visto quatro semanas atrás.

Na prática, as projeções de mercado divulgadas no Focus indicam que a expectativa é de que a inflação em 2018 fique dentro da meta, de 4,5%, com margem de tolerância de 1,5 ponto porcentual (índice de 3,0% a 6,0%). Para 2019, a meta é de 4,25%, com margem de 1,5 ponto (de 2,75% a 5,75%).

O Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) divulgou no dia 10 de janeiro o IPCA de dezembro e de 2017. A inflação ficou em 0,44% no mês passado e em 2,95% no acumulado do ano.

Selic

Em meio às indicações do Banco Central de que pode continuar o processo de corte de juros em fevereiro, os economistas do mercado financeiro mantiveram suas projeções para a Selic para o fim de 2018. O Relatório de Mercado Focus trouxe nesta segunda-feira, 29, que a mediana das previsões para a Selic este ano seguiu em 6,75% ao ano. Há um mês, estava no mesmo patamar. A Selic está atualmente em 7,00% ao ano.

Em dezembro, o Banco Central reforçou, por meio do Relatório Trimestral de Inflação (RTI), a indicação de que pode reduzir a Selic em mais 0,25 ponto porcentual em fevereiro, de 7,00% para 6,75% ao ano. Ao mesmo tempo, a instituição afirmou que sua decisão dependerá da evolução da atividade, dos riscos para o cenário – como o ligado ao andamento das reformas -, das avaliações sobre o estágio do ciclo monetário e das projeções para os índices de preços.

No Focus agora divulgado, a projeção para a Selic em 2019 seguiu em 8,00% ao ano. Há um mês, estava em 8,25% ao ano. Já a Selic média de 2018 permaneceu em 6,75% ao ano, mesmo porcentual visto quatro semanas atrás. A taxa básica média de 2019 foi de 7,89% para 7,88%, ante 8,00% quatro semanas atrás.

Fonte: Veja

Voltar
Desenvolvido por: AW Digital